novembro 03, 2004

PRIMEIROS DERROTADOS DAS ELEIÇÕES. Naturalmente, a imprensa – e a ideia de que tem todo o poder e toda a autoridade do seu lado. Pode continuar a reivindicar a autoridade, mas o seu poder sofreu um duro revés. A verdade é que isso não tem significado substancial; a opinião da imprensa não tem de ir a votos ou de sujeitar-se a sondagens, como se sabe – os seus editoriais não são referendáveis. O problema é quando a imprensa acredita na vantagem do seu voto sobre o voto dos eleitores. Hoje ficou também provado que não é a imprensa a fazer presidentes, embora possa fabricá-los com grande eficácia.
De resto, para já, não há grandes lições a tirar das eleições americanas, salvo a vantagem indesmentível de Bush no «voto popular».

2 Comments:

At 10:15 da manhã, Anonymous Anónimo said...

Very nice site!
» »

 
At 4:38 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Excellent, love it! Voip add a url financial planning take credit card over the web flowers full color business cards

 

Enviar um comentário

<< Home